Início > games, RPG > O que você jogou em 2011?

O que você jogou em 2011?

Já tendo participado de um meme do blog Gagá Games, resolvi tomar parte neste também: Quais foram os jogos que você jogou em 2011? Alguns dos participantes deste post já foram comentados aqui no Pizza Frita. Resolvi selecionar os que mais marcaram.

Metal Gear Solid 4 (PS3)

Metal Gear Solid 4

MGS4 é uma das minhas vergonhas, demorei muito pra jogar. Na verdade, comecei assim que comprei, mas em um uma tentativa de jogar em stealth perfeito, me frustrei (como em qualquer MGS que tenha jogado) e deixei de lado. Quase um ano depois eu peguei de novo, dessa vez mandando um dane-se pra perfeição e jogando como eu gosto. Virei umas duas noites pra poder ver o (longo) final e só não me arrependi de não ter zerado antes porque acredito que veio no tempo que deveria ter vindo.

God of War: Chains of Olympus e Ghost of Sparta (PSP / PS3)

God of War Chains of Olympus

God of War é uma franquia que gosto. Poder jogar no PSP um jogo rápido e que proporcionasse a mesma diversão que o de PS2/3 foi sensacional. Claro que há suas limitações e o Ghost of Sparta (que está na fila EDIT: Consegui terminar antes do ano acabar =D) o supera em tamanho, mas valeu a jogatina de algumas horas em seqüência. Há agora a versão remasterizada para PS3 de ambos, mas eu recomendaria o leitor jogar no PSP se tiver.

Call of Duty: Modern Warfare, MW 2 e Black Ops (PS3)

Call of Duty Black Ops

Eu tenho uma relação estranha com a série Call of Duty. Comecei pelo Modern Warfare 2 pirata depois de terminar o Crysis, não gostei e larguei. Um bom tempo depois, comprei o Black Ops assim que saiu para ver se a jogabilidade continuava me irritando, e sim continuava, mas a história compensou a fúria contra as mortes por tiros inexplicáveis. Aproveitando uma viagem de meu pai, pedi os Modern Warfare e finalmente pude experimentar a intensa história. Continuo não gostando da jogabilidade, mas o Modern Warfare 3 está ali só esperando uma vaga de tempo na dissertação.

Ace Combat: Joint Assault (PSP)

Ace Combat Joint Assault

Desde pequeno gosto de jogos de aviões em arcade. Já tentei o Combat Flight Simulator 3 mas simplesmente não deu tesão, prefiro loops impossíveis, aviões e combates que não existem. A série Ace Combat proporcionava isso no PS2 (não vamos comentar de sua mais recente iteração no PS3…), algo que experimentei em Tom Clancy’s H.A.W.X. de PC, mas não no Tom Clancy’s H.A.W.X. 2 de PS3. Joint Assault trouxe os dogfights geniais e a estratégia de Ace Combat para os portáteis, corrigindo algumas faltas da versão anterior para o PSP.

Terraria (PC)

Terraria

Já tendo comentado sobre o Terraria aqui, é um jogo que marcou em 2011 por ser mais que uma reapropriação dos conceitos do Minecraft. Sua veia de aventura e exploração, aliada aos gráficos 2D em estilo retro, juntamente com o modo multiplayer garantiram algumas horas da minha vida, embora nosso último teste ontem com o multiplayer trouxe mais dores de cabeça que diversão, culpa da minha Velox com banda de upload limitada a 512 kbps. Terraria tem atualizações, não tão freqüentes como muitos gostariam, mas sempre trazem novidades como novos biomas, novos monstros e itens. Tem tanta coisa pra ver e fazer que você precisa mesmo do wiki para dar conta.

Jamestown (PC)

Jamestown

Dos shooters que joguei no PC, Jamestown foi o que me conquistou com uma história simples (mas não simplória) e gráficos em estilo retro, lembrando os diversos shooters verticais de SNES e PSOne. A possibilidade de multiplayer local com 4 jogadores em teclado ou joysticks adiciona ao seu fator viciante e às atualizações lançadas até agora. Foi um jogo que reviveu meu ânimo com jogos de bullet hell e me fez conhecer Gundemonium Recollection (que ganhei do Pivotto do Baixo Frente Soco).

Sonic CD (PS3)

Sonic CD

O demo de Sonic Generations fez os fãs de Sonic perdoarem a SEGA pelo Sonic 4. Havia tanta promessa de vitória ali que ofuscava os problemas do jogo anterior, que por sorte teve um demo para evitarmos gastar dinheiro com uma decepção, mas enquanto SG não estava a um preço bom, havia a promoção de Sonic CD. Sonic CD veio no PS3 com uma bela história: começou com um port por um fã e terminou com a SEGA contratando o sujeito, a exemplo do que Nintendo, Sony e Square-Enix deveriam fazer, em vez de tentar “proteger” sua propriedade intelectual com ameaças judiciais. Apesar de algumas falhas de game design (lembrando que quando foi lançado não seriam falhas, mas características da época), é um bom jogo que não deve nada a Sonic 1. Agora aguardo o fim da atualização do Generations na Steam para poder adicionar mais um Sonic a essa lista.

Street Fighter 3: The Third Strike (PS3)

Street Fighter 3

Para outros, a vedete dos jogos de luta da Capcom esse ano pode se dividir entre Ultimate Marvel vs Capcom 3 e Street Fighter 4 Arcade Edition. Para mim, o prêmio fica para esse port do Street Fighter 3. Comparado com os jogos anteriores da série, as mudanças de SF3 seriam tão desejadas que culminaram em clássicos como a estupenda luta de Daigo Umehara que tomou a internet há tempos. Embora o cast não seja tão caristmático como o de Street Fighter Alpha 3 Max  (PSP) e se passe cronologicamente após Street Fighter 4, as mudanças na mecânica para SF 2 foram muito benvindas.

Mortal Kombat (PS3)

Mortal Kombat

Também conhecido como Mortal Kombat 9, foi a redenção dos MKs após uma sucessão de fracassos desde Mortal Kombat 4, e como o novo Star Trek de J.J. Abrams, não é um reboot na franquia, mas a criação de um universo paralelo através de viagem no tempo (não é spoiler, é o primeiro vídeo do jogo). Não há muito o que dizer e sim o que jogar, então vá lá pro seu PS3 ou XBox 360, ponha o disco e divirta-se com um saudoso jogo de luta dos anos 90 com novas mecânicas que só deixam a jogabilidade melhor ainda. Chefe final absurdo incluso.

The Binding of Isaac (PC)

The Binding of Isaac

Esse é um jogo que me conquistou tanto pelo desafio quanto pelos gráficos e também pela história. The Binding of Isaac traz a história de um garoto que é perseguido pela mãe religiosa extremista, numa reinterpretação do mito bíblico de Abraão. O Arara do Poleiro Elétrico e da AeosWorks fez uma análise muito boa que me surpreendeu por toda uma explicação para a história do jogo que eu havia deixado passar. TBoI te prende pelo desafio, no clássico “só mais uma vez”, e com a jogabilidade em masmorras do Zelda de NES e SNES. Vale a pena aproveitar promoções de Humble Bundle e Steam.

Bônus: Old Dragon (RPG)

Old Dragon

Embora fuja do meme proposto sobre jogos para videogames, Old Dragon foi um RPG independente nacional que pude jogar e gostei muito, embora só tenha mestrado uma partida. O set de regras, monstros e classes traz o feeling old school do D&D publicado pela Grow de volta, com alterações vindas do d20 que foram bem recebidas e trouxeram agilidade e versatilidade ao jogo. Não espere coisas como talentos, classes de prestígio ou perícias (há um suplemento opcional para o último), mas sim mecânicas e idéias que instigam o uso da imaginação para cobrir essas “faltas”, justamente como fazíamos antes. A equipe da RedBox Editora (o site volta em Janeiro) atende muito bem seus clientes e conta com diversos itens como aventuras (tanto impressas como em pdf) e miniaturas no site. Mestrar Old Dragon de novo está na minha lista de coisas para fazer depois da dissertação.

E você, caro leitor, o que jogou em 2011?

Anúncios
Categorias:games, RPG
  1. Profissional
    dezembro 28, 2011 às 23:57

    Vc tava em dívida com o MGS4 mesmo, foi o jogo que me fez comprar o ps3 em 2008 e até hoje o único que rivalizou com ele na minha preferência foi o uncharted 2. Concordo com sua opinião com relação ao mortal kombat mas o jogo que me marcou esse ano foi mesmo o excelente Batman: Arkham City. Ótima história, ótimos cenários e jogabilidade fora de série…

  1. No trackbacks yet.

E o seu comentário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: