Início > games, programação, tutorial > Compilando e instalando o LÖVE no CentOS 6.4

Compilando e instalando o LÖVE no CentOS 6.4

LÖVE 2D no CentOS 6.4

Introdução

Uso o sistema CentOS 6.4 no computador de casa por motivos de trabalho. Como não é um sistema tão popular quanto o Fedora (para manter compatibilidade binária com o Red Hat) nem Ubuntu, acabamos ficando sem pacotes atualizados. O motor de jogos 2D LÖVE, feito em Lua e que pretendo usar para exemplificar alguns conceitos e técnicas de IA no grupo de estudos em game design, é um desses softwares que acabou ficando de fora da lista de pacotes, sendo necessário compilar os fontes.

Instalando repositórios adicionais

Muitas das dependências do LÖVE são facilmente encontradas usando o yum em repositórios como EPEL e RepoForge. Para isso, devemos adicioná-los ao sistema de gerenciamento de pacotes do CentOS.

RepoForge

Baixe o seguinte pacote RPM
http://packages.sw.be/rpmforge-release/rpmforge-release-0.5.2-2.el6.rf.x86_64.rpm

Instale a chave
rpm –import http://apt.sw.be/RPM-GPG-KEY.dag.txt

Instale o pacote RPM
rpm -i rpmforge-release-0.5.2-2.el6.rf.*.rpm

EPEL

Baixe o pacote RPM
wget http://download.fedoraproject.org/pub/epel/6/x86_64/epel-release-6-8.noarch.rpm

Instale
rpm -ivh epel-release-6-8.noarch.rpm

MostlyLinux

Adicione um arquivo repo em /etc/yum.repos.d com o comando
sudo vim /etc/yum.repos.d/mostlylinux.repo

No modo de inserção do vi, adicione as seguintes linhas ao arquivo e salve com Esc + :wq <enter>

[mostlyLinux]
name=MostlyLinux
baseurl=http://mostlylinux.com/6/$basearch/os
enabled=1
gpgcheck=1
gpgkey=http://mostlylinux.com/6/RPM-GPG-KEY-mostlylinux

Atualize o yum com
sudo yum update

ElRepo

Importe a chave pública do repositório com
rpm –import http://elrepo.org/RPM-GPG-KEY-elrepo.org

Configure o yum para acessar o repositório
rpm -Uvh http://elrepo.org/elrepo-release-6-5.el6.elrepo.noarch.rpm

Instalando as dependências do LÖVE

No site do LÖVE, as seguintes bibliotecas são identificadas como dependências para compilar (já com a chamada ao yum para instalar):

sudo yum install freetype-devel glibc-devel libmpg123-devel libmodplug-devel physfs-devel mesa-libGL-devel openal-soft-devel DevIL-devel libvorbis-devel SDL-devel libmng-devel libtiff-devel lua-devel gcc-c++ libtool

Infelizmente, nem todas que o script de configuração do LÖVE acusar como faltantes estarão disponíveis nos repositórios do CentOS 6.4, nem nos que acabamos de adicionar no passo anterior. Uma delas é a DevIL, que veremos a seguir como compilar e instalar a partir do fonte.

Instalando a biblioteca DevIL

A biblioteca DevIL de carregamento de imagens necessária para compilar o LÖVE pode ser obtida no site (no meu caso, usei a versão mais recente – 1.7.8 na época deste post). Extraída, mude para o diretório e realize os seguintes passos:

./configure –enable-ILU –enable-ILUT –with-examples
make
sudo make install

Para o sistema encontrar as bibliotecas dinâmicas do DevIL que acabamos de instalar em /usr/local/lib, precisamos adicionar esse path ao carregamento de bibliotecas. Para tanto, criei um arquivo text love2d.conf no diretório /etc/ld.so.conf.d contendo o path. Depois, é necessário executar como root o ldconfig.

sudo /sbin/ldconfig

Instalando o LÖVE

O LÖVE mais recente na época deste tutorial é a versão 0.8.0. Após baixar o fonte e descompactá-lo, a operação para compilar é simples.

./configure
make
sudo make install

Teste se a compilação e instalação do LÖVE foi bem sucedida chamando love sem argumentos. Com o love 0.8.0 (Rubber Piggy), a seguinte cena deve ser carregada.

Cena demo do love 0.8.0

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

E o seu comentário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: