Início > RPG > #RPGaDay – Dia 2 – Primeiro rpg que mestrou

#RPGaDay – Dia 2 – Primeiro rpg que mestrou

Agosto é mês da GenCon, uma convenção de jogos famosa nos EUA por ser onde a Hasbro/Wizards of the Coast anuncia novidades para D&D. O designer David Chapman propôs uma série de posts no mês para compartilharmos experiências. Para o Pizza Frita, isso é bom para testar alguns posts mais curtos e reviver o blog. Vamos lá e não se esqueça de comentar!

Dia 2 – Primeiro RPG que mestrou

Comovimos no post anterior, meu primeiro jogo de RPG foi com uma mistura de D&D e Arkanum. Após isso, fui ter contato de novo pela revista Heróis do Futuro, que trazia uma adaptação de Cavaleiros do Zodíaco para GURPS, além de ir falando sobre RPG em algumas edições. Acho que foi nessa época que ensaiei um mundo baseado nos conceitos do anime Shurato. Mas não seria este o primeiro RPG que mestrei.

Na volta de uma viagem ao parque das águas de Caxambú, isso na quinta série, 1997, naquela brincadeira de jogar as coisas do amigo de um lado pro outro no ônibus, a bolsa do Daniel caiu em cima de mim e nela encontrei o livro de regras do D&D da Grow. Já há quase um ano ou mais sem jogar, ver aquele dragão vermelho em ataque na capa foi algo que prendeu minha atenção. Por um lado havia as lembranças do desenho Caverna do Dragão, por outro a curiosidade e fantasia na cabeça de um guri de 11 anos, e aquilo foi o estopim.

Levei o livro para xerocar (passando a fazer parte da geração Xerox). Não lembro se a caixa era muito cara (se lembro pelo preço da época, uns 30 reais) para comprar com a mesada ou difícil de encontrar na minha cidade (embora tenha visto uma vez na loja do Sarkis, uma daquelas lojas de família que vendiam primariamente tecidos, mas que no fundo havia vários brinquedos. Muitos Comandos em Ação foram comprados lá). Em dois dias já tinha lido o livro e feito o convite: vou mestrar uma aventura pra vocês.

Juntávamos durante o recreio, Igor e Tércio como elfo, Daniel como clériga, depois passando as tardes da semana e do sábado na minha casa ou na do Daniel. Se a memória não me falha, esse foi o primeiro grupo. Depois Henrique (que na época mestrava Tagmar), Presuntinho e Leonardo se juntaram. Essa campanha está rascunhada, rabiscada e descrita em algumas folhas de caderno porcamente afixadas em algum lugar na casa dos meus pais.

Até outro post!

rpgaday

Anúncios
Categorias:RPG

E o seu comentário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: