Arquivo

Posts Tagged ‘gadgets’

Sousveillance

Cada vez mais somos vigiados, gravados e analisados. Vivemos atrás de grades com câmeras constantemente seguindo nossos passos, registrando nossas ações em fotos seqüenciais com ou sem áudio.

Somos vigiados por nossa própria sociedade baseada no medo. Medo de que o outro nos atinja, medo de que o outro deseje o que é nosso, medo de que o outro seja diferente. Somos fruto de nossas próprias decisões e ações, de nosso próprio medo, e assim nos enclausuramos e nos afastamos, cada vez mais.

O fato de um segurança do Shopping Leblon vir reclamar comigo que eu estava filmando o shopping (mesmo sem o estar) me revoltou. Eu sou filmado pelas câmeras de segurança, sou tratado como uma potencial ameaça, não poderia eu mesmo me proteger de outras potenciais ameaças, gravando seus passos e suas ações? Por que aceitamos ser filmados quando podemos processar o uso de nossa imagem, quando podemos pedir e exigir não termos nossas faces gravadas em filme?

Lembrei de uma aula de Design, onde a professora falou de Steve Mann. Em um de seus projetos, sua crítica (e estudo) à vigilância, entrava em lojas com uma filmadora acoplada à roupa (no conceito do wearable computing). Essa é a Inverse Surveillance.

Isso que era um estudo é visto hoje como uma prática comum. Em uma era de Web 2.0, de enciclopédias colaborativas e por uma computação colaborativa, raro é não ver algum vídeo amador ser divulgado em sites como Youtube. É mais fácil denunciar e mostrar com as ferramentas de hoje, é fácil entender porque os que dizem ser autoridade temem as câmeras. Para mais exemplos e uma alfinetada na mente de quem ainda não percebeu a que ponto podemos chegar, sugiro a leitura de 1984 (que me causou calafrios) e ver The Final Cut (obrigado Guilherme pela aula de Fotografia =) ) .

E no final das contas, era isso que eu estava “filmando”. Sendo um vídeo uma seqüência de fotos, no final das contas, o segurança não estava errado em dizer que eu estava “filmando” não é? Apenas que foi apenas uma imagem, estática. Uma foto.

Atualização:
http://www.popularmechanics.com/technology/how-to/computer-security/taking-photos-in-public-places-is-not-a-crime?click=pm_latest

E aqui no Brasil, alguém sabe o que a lei diz sobre isso?

Anúncios
Categorias:Sem categoria Tags:, , , ,

Houston, we ALMOST had a problem

dezembro 4, 2009 4 comentários

5 anos fazendo engenharia de computação e eu ainda não consigo entender esses aparelhos modernos. Eu sei como uma ponte fica de pé, mas não entendo como um celular pode ter personalidade.

Nokia N85, estou olhando pra você.

Hoje antes de ir pra faculdade decidi realizar a temida atualização de firmware. Simplificando, ia botar em dia o software que controla o meu Nokia N85. Pois bem, bateria carregada, cabo USB plugado, Nokia Software Updater ligado, orientações de segurança seguidas e download iniciado. Fui morder um pedaço de panetone e dar uma revisada no livro de Sistemas Digitais.

Enquanto isso a atualização rolava no laptop. O Windows apitava toda hora, avisando que a porta USB estava sendo “plugada” e “desplugada”. Ok, estamos atualizando um dispositivo, normal isso. Drivers sendo reconhecidos, novas opções pipocando na tela. Nada ao contrário do que avisava o NSU.

Eis que surge a tela do medo! “Cabo USB desplugado. Retire o cabo e insira novamente para retomar a atualização”. Desconfiado que era porque o firmware tinha sido atualizado, e portanto seria esperada uma mensagem assim, fiz o que foi mandado. A atualização retomou, o celular mostrou a tela branca que poderia aparecer durante o processo, e em 3 minutos, os 15 esperados para o término viraram 1 segundo. Estranho não é? Atualização concluída.

O Windows começa a apitar frenéticamente, a porta USB parecia estar sendo “plugada” e “desplugada” continuamente. Tensão! Vejo que o celular está desligado, retiro o cabo e tento ligá-lo. Ufa! Telinha da Nokia aparecendo. EPA! Tela branca aparecendo e celular desligando.


Com a sensação de que R$600,00 tinham virado um tijolo com design bem feito, procurei no manual da Nokia as lojas autorizadas para conserto. NADA! Internet é a solução, vamos lá. Google Maps para identificar onde no Centro do Rio está a autorizada, viagem até lá planejada para segunda (aproveitando ser perto do Infocentro pra comprar a placa de vídeo de Natal do meu pai), sigo resignado para o banho, planejando fazer um Demotivator sobre atualizações de firmware com a imagem de um tijolo.

E acabei fazendo

Saindo do banho, resolvo dar uma olhada no celular de novo. Não custava nada. Ligo, aparece a tela da Nokia, espero ele desligar…


Mas a tela da Nokia fica mais brilhante, e mais um pouco (confesso que pensei “essa merda vai virar uma supernova e vai derreter tudo em volta”). Em alguns segundos, o Symbian OS é carregado e tenho de volta o meu celular, com todos os contatos, acesso a internet via rede wifi, novos aplicativos e aparentemente tudo funcionando!

Acho que não vou desligar o celular pra não correr riscos =)

Categorias:Sem categoria Tags:,